Categoria: Novidades

Aqui e aonde esta todas as novidades do nosso site sobre os game.

Xbox One X, novo console da Microsoft, chega em 7 de novembro por US$ 500

Xbox One X, novo console da Microsoft, chega em 7 de novembro por US$ 500

Videogame é capaz de rodar games em resolução 4K de forma nativa. Microsoft também anunciou retrocompatibilidade para jogos do primeiro Xbox.

Xbox One X é o nome oficial do novo videogame da Microsoft conhecido até então como Project Scorpio. Ele irá custar US$ 500 e será lançado nos Estados Unidos em 7 de novembro, anunciou a empresa neste domingo (11) em sua conferência antes da feira de games E3 2017.

 

Durante a apresentação, em Los Angeles (EUA), a Microsoft também afirmou que o programa de retrocompatibilidade do Xbox One será ampliado e passará a ser compatível com jogos do Xbox original, lançado em 2001.

A empresa ainda mostrou na conferência os games “Forza Motorsport 7”, “Assassin’s Creed Origins”, “Crackdown 3” e “Playerunknown’s Battlegrounds”, entre muitos outros. Foram mais de 40 títulos no total.

O X marca o caminho

 

Xbox One X é o nome oficial do Project Scorpio, novo videogame da Microsoft (Foto: Bruno Araujo/G1)

Xbox One X é o nome oficial do Project Scorpio, novo videogame da Microsoft (Foto: Bruno Araujo/G1)

O Xbox One X é a resposta da Microsoft ao que tem sido chamado de console de meia-geração: um modelo com especificações técnicas melhores (o Xbox One X promete ser quatro vezes mais rápido que o Xbox One convencional), mas que continua compatível com os games e a tecnologia existentes. O PlayStation 4 Pro, da Sony, é outro exemplo.

Veja as especificações do Xbox One X:

  • Processador central (CPU): oito núcleos x86 com frequência 2,3 GHz
  • Processador gráfico (GPU): 6 teraflops em 40 unidades computacionais em 1.172 MHz, com 6 teraflop
  • Memória RAM: 12 GB GDDR5
  • Disco rígido: 1 TB
  • Leitor de disco: Blu-ray 4K UHD

No caso do Xbox One X, a vantagem em relação ao rival é sua capacidade de rodar games de forma nativa na resolução 4K (Ultra HD). Ou seja, o console processa a execução dos jogos usando esse tamanho de imagem. O PS4, por outro lado, usa um recurso chamado de “upscaling”, que usa uma imagem processada em resolução menor (Full HD) e a amplia até atingir o 4K.

 

‘Forza 7’ é um dos games que promete tirar o máximo de desempenho do Xbox One X

A qualidade de imagem e desempenho no Xbox One X tende a ser melhor. Mas o salto tem um preço: o novo console da Microsoft custa US$ 100 a mais que o rival.

Vale lembrar que para desfrutar de todas as “benesses” do Xbox One X é necessário ter um display 4K. Mas a Microsoft promete que, mesmo em resoluções menores, o console será capaz de trazer algum tipo de benefício. A empresa diz ainda que o novo Xbox One X, apesar de ser o mais potente da família Xbox, tem o menor tamanho de todos.

Legado

Em sua conferência deste domingo (11), a Microsoft também defendeu e ampliou seu programa de retrocompatibilidade, que permite rodar games de Xbox 360 no Xbox One. Nos últimos dias, uma pesquisa divulgada na internet apontava que o recurso era o menos usado pelos jogadores.

Agora, jogos lançados para o primeiro Xbox, o console original da Microsoft, também serão compatíveis com o Xbox One. Por enquanto, apenas “Crimson Skies”, de batalhas aéreas, foi confirmado como um dos títulos que funcionará na nova versão do programa quando ela for lançada no final de 2017.

Super Nintendo será relançado em setembro com 21 jogos na memória

Super Nintendo será relançado em setembro com 21 jogos na memória

Nova versão do console clássico virá com ‘Star Fox 2’, game que nunca chegou a ser lançado. Aparelho vai custar US$ 80.

 

Super NES Classic Edition é nova versão do console da Nintendo e vem com 21 jogos na memória (Foto: Divulgação)

Super NES Classic Edition é nova versão do console da Nintendo e vem com 21 jogos na memória (Foto: Divulgação)

O Super Nintendo será relançado em 29 de setembro com 21 jogos na memória, anunciou a Nintendo nesta segunda-feira (26). A nova versão do console clássico da fabricante japonesa vai custar US$ 80 nos Estados Unidos e virá ainda com o game “Star Fox 2”, que nunca chegou a ser lançado.

Como a Nintendo não tem mais representação oficial no Brasil, não há informação sobre a chegada do produto ao país.

Chamado de Super NES Classic Edition, o aparelho tem uma coleção de jogos de peso. “Super Mario World” (1990), “The Legend of Zelda: A Link to the Past” (1991) e “Super Metroid” (1994), games considerados altamente influentes até hoje, são alguns dos títulos inclusos. Veja abaixo a lista completa.

Qual game faltou na volta do Super Nintendo?

Qual game faltou na volta do Super Nintendo?O novo Super Nintendo é bem menor que o original, vem com 2 controles e conta ainda com um cabo e uma saída HDMI, conexão mais comum atualmente para televisores de alta definição.

Onda retrô

Esse é o segundo console clássico que a Nintendo relança nos últimos anos. Em 2016, a empresa trouxe de volta o NES, ou “Nintendinho”. A versão moderna do primeiro videogame doméstico da Nintendo vinha com 30 jogos na memória, mas rapidamente sumiu das prateleiras e, pouco tempo depois, parou de ser fabricada e vendida.

Na época, a Nintendo foi criticada por fãs e pelo próprio mercado por não suprir a demanda pelo NES Classic Edition.

Veja todos os games que virão no Super Nes Classic Edition:

  • “Contra III: The Alien Wars”
  • “Donkey Kong Country”
  • “EarthBound”
  • “Final Fantasy III”
  • “F-Zero”
  • “Kirby Super Star”
  • “Kirby’s Dream Course”
  • “The Legend of Zelda: A Link to the Past”
  • “Mega Man X”
  • “Secret of Mana”
  • “Star Fox”
  • “Star Fox 2”
  • “Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting”
  • “Super Castlevania IV”
  • “Super Ghouls ’n Ghosts”
  • “Super Mario Kart”
  • “Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars”
  • “Super Mario World”
  • “Super Metroid”
  • “Super Punch-Out!!”
  • “Yoshi’s Island”
‘Anthem’, novo game de criadores de ‘Mass Effect’, é anunciado pela EA

‘Anthem’, novo game de criadores de ‘Mass Effect’, é anunciado pela EA

Teaser de jogo da BioWare mostra cenário futurista, repleto de natureza e com criaturas e robôs humanóides. EA também revelou ‘A Way Out’, um ‘Prison Break’ para dois jogadores.

 

 Veja trailer de ‘Anthem’, novo game dos criadores de ‘Mass Effect’

“Anthem” é o nome do novo game desenvolvido pela BioWare, criadora da série de RPG e ficção científica “Mass Effect”. O jogo foi o principal anúncio da produtora Electronic Arts neste sábado (10) em sua conferência antes da E3 2017, feira de games que acontece em Los Angeles (EUA) a partir de terça-feira (13). Assista ao vídeo acima.

O teaser de pouco mais de 50 segundos do jogo mostra um cenário futurista, mas ainda assim selvagem e repleto de natureza, com monstros e robôs humanóides em aparente conflito. De acordo com a EA, “Anthem” será demonstrado com mais detalhes durante a apresentação da Microsoft, que acontece às 18h (horário de Brasília) deste domingo (11).

Caso se confirmem os rumores que circulam pela internet há alguns meses, “Anthem” é o nome oficial do projeto conhecido como “Dylan”, uma resposta da EA e da BioWare a games de tiro, ação e RPG como “Destiny 2”, da Activision.

'Anthem', novo game da BioWare, é anunciado antes da E3 2017 (Foto: Reprodução)

‘Anthem’, novo game da BioWare, é anunciado antes da E3 2017 (Foto: Reprodução)

 

Além de “Anthem”, o único outro jogo inédito revelado pela EA foi “A Way Out” (leia mais abaixo), que sai no começo de 2018. No mais, a produtora realizou uma conferência magra, focando seu tempo em apresentar algumas novidades sobre jogos que já foram anunciados:

  • “Madden 18” terá um modo história chamado “Longshot”;
  • todo o conteúdo pós-lançamento de “Star Wars Battlefront II”, como os heróis Finn e Capitã Phasma, será disponibilizado de graça;
  • o modo “A Jornada” irá retornar em “Fifa 18” junto do jogador Alex Hunter;
  • “Battlefield 1” terá novos mapas antes da expansão “In the name of Tsar”, que sai em setembro e traz uma classe feminina;
  • em novo trailer, “Need for Speed Payback” parece ainda mais com “Velozes e furiosos”. Assista aqui.

Rota de fuga

Veja trailer de ‘A Way Out’, game em que dupla precisa se ajudar para fugir de prisão

 

Desenvolvido pela equipe responsável pelo hit indie “Brothers: A Tale of Two Sons”, “A Way Out” segue os passos de seu irmão mais velho e é uma aventura cooperativa para dois jogadores. A diferença aqui é que você controla Vincent ou Leo, dois homens que se conhecem na prisão e precisam trabalhar juntos para fugir. Alguém falou em “Prison Break”? Veja o vídeo acima.

De acordo com a EA, “A Way Out” começa como “uma fuga alucinante que rapidamente se transforma numa aventura emocional”. Josef Fares, criador do jogo, afirma ainda que o game “foi desenhado para ser jogado em tela dividida, por duas pessoas no mesmo sofá”.

“A Way Out” será lançado no início de 2018 para PlayStation 4, Xbox One e PCs.

'A Way Out' é aventura cooperativa para dois jogadores onde objetivo é fugir de prisão e acompanhar vidas da dupla Vincent e Leo (Foto: Divulgação)

‘A Way Out’ é aventura cooperativa para dois jogadores onde objetivo é fugir de prisão e acompanhar vidas da dupla Vincent e Leo (Foto: Divulgação)

Dando a volta por cima

Veja trailer de ‘Longshot’, modo história de ‘Madden 18’

O modo história de “Fifa” vai voltar em “Fifa 18” – e é basicamente isso que se sabe. “A Jornada” irá ganhar uma segunda temporada no game de futebol deste ano e, mais uma vez, com o jogador inglês Alex Hunter no papel principal. Mas a EA não informou detalhes da nova trama, ou se ela terá alguma mudança em relação ao ano passado.

O que dá para saber é que a fórmula deu certo e se espalhou para outros jogos. E “NBA Live 18” e “Madden 18” também terão seus próprios modos história.

O game de futebol americano traz “Longshot”, onde você é Devin Wade, uma ex-promessa do esporte que ficou três anos sem jogar e que agora volta com tudo para conseguir entrar na NFL, a principal liga dos Estados Unidos. “Longshot” tem ainda a participação do ator Mahershala Ali, vencedor do Oscar de ator coadjuvante por “Moonlight”.

“Madden 18” será lançado em 25 de agosto para PlayStation 4 e Xbox One.

 

'Madden 18' ganha modo história com 'Longshot', que acompanha ex-promessa do futebol americano em seu momento de renascimento (Foto: Divulgação)

‘Madden 18’ ganha modo história com ‘Longshot’, que acompanha ex-promessa do futebol americano em seu momento de renascimento (Foto: Divulgação)

Forza 7′, ‘Crackdown 3’ e ‘Battlegrounds’: Veja os games que foram destaque na conferência de Xbox

Forza 7′, ‘Crackdown 3’ e ‘Battlegrounds’: Veja os games que foram destaque na conferência de Xbox

Apresentação teve ainda o novo ‘Assassin’s Creed Origins’, uma demonstração de ‘Anthem’ e um novo jogo de luta de ‘Dragon Ball Z’.

Onovo console Xbox One X esteve no foco das atenções. Mas “Forza Motorsport 7”, “Crackdown 3” e “Playerunknown’s Battlegrounds” foram alguns dos jogos que também tiveram destaque neste domingo (11) na conferência da Microsoft antes do início da feira de games E3 2017.

A empresa optou por não perder muito tempo com discursos e dedicou grande parte da sua apresentação a trailers. Aconteceu a confirmação de “Assassin’s Creed Origins” e de “Dragon Ball Fighter Z”, um novo jogo de luta inspirado no anime. E também teve uma demonstração mais recheada de “Anthem”, anunciado no sábado (10) pela EA.

No total, foram mostrados mais de 40 títulos para Xbox One e/ou Windows 10. Com 22 deles tendo algum tipo de exclusividade com a Microsoft. Veja os destaques:

Voando baixo

E3 2017: ‘Forza 7’ é anunciado durante conferência da Microsoft

Ver “Forza Motorsport 7” não é nenhuma surpresa já que a série “Forza” tem ganhado novos games anualmente. Por isso, a Microsoft já abriu sua apresentação com o novo jogo de corrida – que também foi responsável pela estreia de um novo carro da Porsche. E o principal destaque fica para a mudança dinâmica de clima durante as corridas.

“Forza 7” será lançado em 3 de outubro para Xbox One e Windows 10. O game terá melhorias no Xbox One X.

Jogos vorazes

Fenômeno no PC, 'Battlegrounds' será lançado com exclusividade no Xbox One (Foto: Divulgação)

Fenômeno no PC, ‘Battlegrounds’ será lançado com exclusividade no Xbox One (Foto: Divulgação)

 

“Playerunknown’s Battlegrounds” é atualmente um dos games de PC mais jogados e assistidos na internet. E a Microsoft torce para que o fenômeno atinja novos horizontes com seu lançamento no Xbox One.

 

Em uma partida normal de “Battlegrounds”, você e mais 99 jogadores saltam apenas com um pára-quedas numa ilha enorme. Quem sobreviver por último, vence. Pra isso acontecer, é preciso encontrar armas e equipamentos e eliminar seus adversários – e vale até passar a perna naquele seu aliado temporário.

“Battlegrounds” será lançado exclusivamente para Xbox One no 2º semestre de 2017.

Origem da irmandade

E3 2017: ‘Assassin’s Creed Origins’ é confirmado pela Microsoft na E3 2017

Já havia vazado na internet, mas a produtora Ubisoft optou por não esperar até sua apresentação e mostrou o novo “Assassin’s Creed Origins” com a Microsoft mesmo. A série volta após 1 ano de hiato e viaja até o Egito antigo. Lá, você assume o papel de Bayek, uma espécie de xerife que resolve colocar a mão na massa contra as forças do mal que assolam o país.

“Assassin’s Creed Origins” será lançado em 27 de outubro e também terá versões para PlayStation 4 e PCs.

Quebrando tudo

 
E3 2017: ‘Crackdown 3’ ganha novo trailer em conferência da Microsoft

O ator Terry Crews deu o ar da graça para apresentar “Crackdown 3”, jogo falado pela primeira vez num longínquo 2014, mas que agora veio para ficar. O novo trailer dá pistas para um tipo de ação que é bem familiar para quem já jogou “Crackdown”: movimentação rápida, personagens com superforça e muitas, muitas explosões.

“Crackdown 3” terá modo cooperativo para 4 jogadores e finalmente chega em 7 de novembro, data do lançamento do Xbox One X.

Formando o bonde

 
E3 2017: ‘Anthem’, novo game da BioWare, ganha demonstração de gameplay

“Anthem” foi o principal destaque da conferência da EA e um ponto bem alto da apresentação da Microsoft. O novo game de ação e RPG da BioWare, criadora das séries “Mass Effect” e “Dragon Age”, coloca equipes de jogadores no papel de mercenários que usam exoesqueletos chamados de “Javelins” para cumprir suas missões.

O jogo é em 3ª pessoa e tem exploração e batalhas no ar, na terra e até debaixo d’água. Quem é fã de “Destiny” e de outras aventuras que combinam ação, RPG e multiplayer online com os amigos deve gostar.

O lançamento de “Anthem” está previsto para 2018.

Bem-vindos ao apocalipse

 

E3 2017: ‘Metro Exodus’ ganha trailer e data de lançamento na conferência da Microsoft

 

“Metro Exodus” é a sequência dos dois outros jogos inspirados na série literária do escritor russo Dmitriy Glukhovskiy. E mais uma vez, o jogador precisa sobreviver em uma Rússia pós-apocalíptica onde a população sobrevive em túneis de metrô por conta de ataques nucleares na superfície.

O novo game traz uma narrativa mais aberta, de mundo aberto, que permite aos jogadores visitarem outras localidades além de Moscou. A história de “Metro Exodus” acontece ao longo de 1 ano, o que também acarreta em mudanças de estação com o decorrer da partida.

“Metro Exodus” será lançado em 2018 para PlayStation 4, Xbox One e PCs.

Conheça ‘Battlegrounds’, game que ainda não foi lançado e já é 3º mais jogado no Steam

Conheça ‘Battlegrounds’, game que ainda não foi lançado e já é 3º mais jogado no Steam

Game de tiro com tempero de ‘Jogos vorazes’ ainda está em desenvolvimento e teve pico de 481 mil jogadores simultâneos na principal plataforma de jogos para PC.

 


xiste um novo fenômeno dos games online e ele é “PlayerUnknown’s Battlegrounds”, ou só “PUBG”. O nome é grande, esquisito, mas os resultados são impressionantes. E na segunda-feira (31) ele atingiu outra marca: já é o terceiro game mais jogado na Steam, principal plataforma de jogos para PC, ficando atrás apenas dos gigantes “Dota 2” e “Counter-Strike: Global Offensive”, que são da Valve, a dona do serviço.

O notável mesmo, no entanto, é que “Battlegrounds” ainda não foi lançado oficialmente. O jogo está disponível desde março no formato “early access”, que concede acesso antecipado a games que ainda estão em desenvolvimento. A versão final deve sair no final de 2017. Um lançamento para Xbox One também vai acontecer.

Os números de ‘Battlegrounds’:

  • Em menos de 5 meses, registrou um pico de 481 mil jogadores simultâneos na Steam, superando os populares “Fallout 4” (471 mil) e “GTA V” (360 mil)
  • Em 3 dias de vendas, a arrecadação foi de US$ 11 milhões
  • Já são mais de 6 milhões de cópias vendidas, segundo o site de dados SteamSpy
  • De acordo com a consultoria Newzoo, foi o segundo game mais assistido na Twitch em junho com 45,7 milhões de horas, ficando atrás apenas de “League of Legends”

 

View image on Twitter

Mas que raios é ‘Battlegrounds’?

Já assistiu ou leu “Jogos vorazes”? Então é meio caminho andado. “Battlegrounds” é um game de tiro online e multiplayer em que até 100 jogadores saltam de pára-quedas numa ilha enorme, de 64 km².

Todos começam o jogo apenas com as roupas do corpo – às vezes nem isso, já que elas ocupam espaço no inventário – e devem explorar prédios e outras construções para encontrar armas, equipamentos de defesa e itens de cura. O objetivo é um só: se preparar para o pior e lutar até a morte contra os outros que estão na mesma situação que você. Afinal, vence o último a sobreviver. Morreu? Você tá fora.Pode procurar a próxima partida.

Microsoft anunciou na E3 2017 que 'Battlegrounds' será lançado com exclusividade nos consoles para o Xbox One (Foto: Divulgação)

Microsoft anunciou na E3 2017 que ‘Battlegrounds’ será lançado com exclusividade nos consoles para o Xbox One (Foto: Divulgação)

Como o mapa é muito grande, de tempos em tempos a ação vai sendo restringida a áreas cada vez menores. O enfrentamento se torna inevitável, mas as alianças não. Só é permitido jogar em equipe em modos de jogo específicos.

No resto do tempo, “Battlegrounds” é o puro “cada um por si e Deus contra todos”.

Da onde vem esse nome?

“PlayerUnknown” é o apelido de Brendan Greene, um irlandês de 41 anos que não desenvolvia games, mas ficou famoso por criar versões modificadas de seus jogos favoritos, os “mods”. Ele chegou a morar no Brasil por alguns anos e em 2013 lançou “Battle royale”, modificação do game militar “Arma 2” (e posteriormente de “Arma 3” também) que jogava a galera numa arena e pedia: lutem e sobrevivam.

Cena de ‘Battle royale’, ‘mod’ criado por Brendan Greene para o game militar ‘Arma 2’ (Foto: Divulgação)

Em entrevista ao site de games Glixel, Greene diz que a ideia do “mod” veio do seu cansaço de morrer em jogos como “Counter-Strike” por não ter agilidade no mouse, além de acreditar que competição podia ser algo muito mais complexo do que atirar primeiro que o outro.

“A ideia de ‘morrer, renascer, começar de novo, morrer’ me entedia. Você sabe da onde os inimigos estão vindo. Ele está aqui, está ali, bang bang. Em ‘Battle royale’ você nunca sabia isso. Você nunca tinha certeza do que iria acontecer. Toda vez você tinha uma história única. Você toda vez tinha uma experiência única, e isso é fundamental”, diz Greene.

“Battle royale” foi um sucesso e, depois disso, o irlandês ajudou na produção de “King of the hill”, “mod” de outro game, “H1Z1”, inspirado na fórmula do seu. E hoje ele trabalha como diretor de criação do estúdio Bluehole, na Coreia do Sul, que o procurou para bancar o desenvolvimento de um novo jogo do gênero que não fosse um “mod”: “Battlegrounds”.

Respeita os parças

'Battlegrounds', apesar de proposta competitiva, tem lista de regras muito rígidas (Foto: Divulgação)

‘Battlegrounds’, apesar de proposta competitiva, tem lista de regras muito rígidas (Foto: Divulgação)

Apesar da proposta extremamente competitiva, “Battlegrounds” tem uma lista rígida de regras. O game não tolera jogadores que trapaceiam e também proíbe sumariamente qualquer tipo de traição entre membros de uma mesma equipe.

Essa condição gerou um caso notável em julho. Um “streamer” famoso, “Dr Disrespect”, matou um colega de time e foi banido do jogo temporariamente. Ele e Greene discutiram no Twitter e o papo acabou com uma sugestão de violência na vida real por parte do famosinho da internet, fato que foi repudiado com letra maiúscula pelo “PlayerUnknown”.

“Quando eu estava na faculdade, tive um desentendimento com meu colega de quarto. E ao invés de conversarmos como homens, ele decidiu ser agressivo, me chutou no peito e enfiou minha cabeça através de uma porta de vidro”, diz Greene no seu perfil no Twitter.

“Felizmente, não sofro de nenhum trauma por conta dessa experiência. O ponto é tentar explicar o porquê de eu considerar até mesmo a ameaça de violência algo com que não devemos brincar. Por conta do meu caso, eu poderia ter recuperado memórias ruins ou tido um ataque de pânico. Tudo que eu peço é que você considere suas palavras. Elas podem ter efeitos indesejados em quem as estiver lendo”.

Pois é. Não é porque você cria batalhas digitais até a morte que você não pode ter princípios, certo?

www.000webhost.com